segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Porque meditar?

A meditação é um modo de nos fixar em nós mesmos, no mais profundo centro de nosso ser. Uma vez que você encontrou o centro de sua existência, você terá encontrado tanto suas raízes quanto suas asas.

As raízes estão na existência, tornando você um ser humano mais integrado, um indivíduo. E as asas estão na fragrância que é liberada por estar em contato com a existência. A fragrância consiste de liberdade, amor, compaixão, autenticidade, sinceridade, um senso de humor, e um tremendo sentimento de alegria.

As raízes tornam você um indivíduo e as asas dão a você a liberdade do amor, para ser criativo, para compartilhar incondicionalmente a alegria que você encontrou.

As raízes e as asas chegam juntas.

Elas são dois lados de uma experiência e esta experiência é achar o centro de seu ser.

Estamos continuamente nos movendo na circunferência, sempre em algum lugar bem distante de nosso próprio ser, sempre direcionados para os outros. Quando tudo isso é abandonado, quando todos os objetos são abandonados, quando você fecha seus olhos para tudo que não é você; até mesmo sua mente, as batidas de seu coração são deixadas para trás; apenas um silêncio permanece.

Nesse silêncio você lentamente se assentará no centro de seu ser e então as raízes crescerão por si mesmas e as asas também. Você não precisa se preocupar com elas. Você não pode fazer nada com elas. Elas chegam por si mesmas.

Você apenas preenche uma condição, que é: estar em casa; e toda a existência se torna uma alegria para você, uma bênção.


Quando a mente deixar de existir e só existir a testemunha. Quando você não tiver mais perguntas ou respostas. Aí você estará meditando.

A mente lógica quer entender, mas para se alcançar o estado meditativo, a mente tem que ser deixada de lado. E você saberá quando isso acontecer, só você. Para isso as técnicas podem ser úteis, mas não são exatamente uma meditação, são apenas um tatear no escuro.

Um dia, de repente, fazendo alguma coisa, você se torna a testemunha. Praticando uma meditação (qualquer), chegará um dia em que a meditação continua, mas você não se identificará mais. Estará sentado em silêncio lá atrás, observando.

Meditação significa tornar-se a testemunha. A meditação não é uma técnica! Isso pode confundi-lo um pouco, porque existe uma série de técnicas. Ainda assim, no sentido mais profundo, a meditação é uma compreensão, uma percepção. E você poderia atingi-la agora mesmo, mas não atinge por causa de sua mente.


No princípio parecerá que você está se esforçando, já que a mente não consegue fazer nada sem esforço. Contudo, o esforço eventualmente desaparecerá e tudo se tornará espontâneo, como o ato de respirar.


Osho, em "The Osho Upanishad"
Fonte: Osho.com
http://www.palavrasdeosho.com/

sexta-feira, 10 de junho de 2016

O que é a Ascensão?



A ASCENSÃO é basicamente uma mudança no foco da consciência. Ela é um processo evolutivo natural e contínuo de toda a Criação. Como seres espirituais eternos, fomos criados por Deus para nos expandirmos através da experiência. Quando escolhemos encarnar na terceira dimensão física e densa, nós descemos. Viemos à Terra inúmeras vezes a fim de vivenciarmos, aprendermos e dominarmos a mais difícil das dimensões com o amor incondicional. Esta escolha acelera intensamente a nossa evolução espiritual. O único problema é: nós adormecemos na matéria. Ficamos atolados na materialidade, pensando que ela é a nossa realidade total. Esquecemo-nos de que chegamos à encarnação a fim de retornarmos aos reinos espirituais com mais sabedoria e experiência. Isto é a ascensão. Este é o nosso objetivo.

Toda a vida está ascendendo... as plantas, as pedras, os animais, cada um em seu próprio tempo, em sua própria maneira individual. A Terra, como um ser vivo, está também ascendendo. Isto está acontecendo de acordo com o Plano Divino, saibamos disto ou não. Somente a resistência a este processo é doloroso.

Este processo evolutivo natural pode ser intensamente auxiliado através da nossa escolha consciente de nos comprometermos com a nossa ascensão pessoal. Nossa consciência pessoal e a escolha são muito importantes. O Espírito nunca irá nos forçar a aceitar o amor, a alegria e a paz interior. Nosso livre arbítrio é sempre honrado. Ao terminarmos a nossa resistência, podemos avançar rapidamente, sem dor e luta, tão frequentemente associados à vida humana.

Em épocas passadas, a ascensão ocorria após a morte do corpo físico. Quando as almas decidiam mergulhar totalmente no reino denso da matéria, elas constatavam que precisavam de muitos corpos humanos para espiritualizar a forma física. Quando muitos erros eram feitos em um corpo e ele ficava exausto, o corpo era descartado. Um período de descanso era experienciado sem o corpo, então um novo corpo era formado para permitir um novo começo. A memória de outros erros encarnados era apagada, não como uma punição, mas como uma dádiva de começar de novo, sem embaraços, para enfrentar o desafio da espiritualização do corpo físico. A alma, naturalmente, retinha as memórias. Quando mais e mais da alma é incorporada na consciência, “recordando” as experiências passadas, mais fácil se torna.

Este processo de reencarnação tem progredido o suficiente para que a proporção do espírito com a matéria dentro do corpo melhore consideravelmente. Agora é possível para as pessoas ascenderem com o corpo físico, não precisando mais deixá-lo para trás.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Sem Zorba não há Buda

 
Querido Osho,
É realmente possível o encontro de Zorba e Buda? Se assim for, por que outros líderes religiosos nunca pensaram a esse respeito?

      A primeira coisa a ser entendida: eu não sou um líder religioso. Um líder religioso não consegue pensar nem ver da maneira como posso – pela simples razão que ele tem um imenso investimento na religião e eu não tenho. (...)
      Os líderes religiosos não podiam ter pensado no encontro de Zorba e Buda porque isso teria sido o fim da liderança deles e o fim de suas chamadas religiões. Zorba, o Buda é o fim de todas as religiões. Ele é o início de um novo tipo de religiosidade que não precisa de rótulo – cristianismo, judaísmo ou budismo. A pessoa simplesmente curte a si mesma, curte este imenso universo, dança com as árvores, brinca na praia com as ondas do mar, coleciona conchinhas do mar sem qualquer propósito – apenas por pura alegria. A maresia, a areia fresca, o sol nascente, uma boa corrida – o que mais você quer?
      Para mim, isto é religião – curtir o ar, curtir o mar, curtir a areia, curtir o sol – porque não existe outro Deus além da própria existência.
      Zorba, o Buda, por um lado, é o fim do velho homem – de suas religiões, suas políticas, suas nações, suas discriminações raciais e todos os tipos de estupidezes. Por outro lado, Zorba, o Buda é o início de um novo homem – um homem totalmente livre para ser ele mesmo, permitindo sua natureza desabrochar. Não existe conflito algum entre Zorba e Buda. O conflito foi criado pelas chamadas religiões.

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Os 3 passos para a prosperidade



1º -  Ficar claro, absolutamente claro do porquê de você querer dinheiro.

Quer dinheiro para atender suas necessidades ou preencher a falta de significância, ou para ajudar outras pessoas? É preciso ficar muito claro sobre isso.

2º -  Desenvolver CONSCIÊNCIA DE PROSPERIDADE, isso é, ser consciente de tudo o que você tem.

Por exemplo se você é um mendigo, você precisa ficar consciente do seu pote de pedir moedas e olhar para o pote com o pensamento de que isso é um presente. Tudo precisa ser visto como um presente: seus pais, sua esposa, seu marido, seus filhos, seu trabalho, sua casa...tudo precisa ser conscientemente visto como um presente.
Não foque nas coisas que você não tem mas, foque nas coisas que você tem.

3º -  Você deve continuamente rever sua vida e aprender a ver todas as coisas negativas como positivas - ver a positividade nas coisas, é possível ver todas as coisas na LUZ DA POSITIVIDADE.

Se você conseguir fazer isso, o desejo ou sankalpa de prosperidade, irá facilmente ser preenchido. Você vai conseguir as conexões, os contatos, as oportunidades.  Eles estão em todos os lugares. Oportunidades para fazer dinheiro estão em todo lugar.

O problema é que você não vê isso, mas, se você puder mudar sua percepção em termos de obter CONSCIÊNCIA DE PROSPERIDADE: Vendo todas as coisas positivamente e ficando bem claro do porquê você quer dinheiro, você vai poder ver as OPORTUNIDADES, e elas virão para você.

Todas as coisas: as CONEXÕES, os CONTATOS, as INOVAÇÕES.  Tudo virá e você logo terá dinheiro suficiente como você desejava.

É possível alcançar a prosperidade. Em nossa opinião é a coisa mais fácil de alcançar.

- Sri Bhagavan

(Gratidão a Pedro Adrião pela tradução)

sábado, 30 de abril de 2016

Medicina da Águia


Simboliza a Visão, a percepção, a Criatividade, a Luz.

É a medicina da visão ilimitada, da iluminação.

Para ultrapassar os limites deste e mundo e alcançar outros reinos, desenvolver os poderes xamânicos, ver à distância, livrar-se de preconceitos.

A medicina da águia amplia a percepção sobre nós mesmos, ensina-nos a enfrentar o novo, o desconhecido. Estimular a criatividade, clarear as ideias. Para iluminar a escuridão da ilusão, e enxergar num nível mais alto. Inspira a elevação do espírito a grandes alturas, e a visão interior, permitindo-nos tomar decisões e definir metas com clareza e objetividade. Eleva nossas orações para o Universo.
É a medicina da clareza mental.
A iluminação, a visão ampla, a Coragem.
É o poder masculino elevado.
A consciência elevada.
A águia é sempre um aviso de iniciação, limpeza mental, a luz que vem com o nascer do Sol.

"Existem muitas vozes além das nossas, só vamos escutá-las em silêncio"

Mitakuye Oyasin!
Miguel Magalhães
"wakia manee" (trovão caminhante) do Clã do Pássaro Trovão.

quinta-feira, 31 de março de 2016

Medicina do Búfalo

Simboliza a Oração e a Abundância.

Segundo a Lenda, foi o Búfalo que ensinou aos Duas Pernas a se alimentarem e vestirem quando percebeu que eles poderiam desaparecer, porque não sabiam caçar nem aproveitar os elementos da natureza para construir seus abrigos e vestimentas.

O Búfalo é o enviado de Maheo, o Grande Espírito, para suprir as nossas necessidades. 

Seu maior poder de cura está na Oração, quando agradecemos por tudo que recebemos. Se você está vivendo um momento onde tem se esquecido de se conectar com o Divino; se tem esquecido honrar as pessoas como elas são; se anda se desrespeitando e não sabendo como estabelecer limites; ou questionando o que anda fazendo por aqui, peça ajuda ao Búfalo.

Concentre-se nele e tente se conectar com a energia do Divino que habita o seu interior. Utilize um cachimbo ou um incenso e observe o movimento da fumaça; Deixe que seus pensamentos se percam nessa fumaça e dance com ela, comemorando e transformando suas palavras em oração. O Poder de Cura do Búfalo é um sinal que não alcançamos nada sem a ajuda do Grande Espírito. O Búfalo nos lembra de que não devemos nos esquecer do Grande Pai e que sempre devemos manter contato com a Fonte de toda a Vida.

Procure sempre respeitar os outros. Sinta a fumaça do seu Cachimbo Sagrado sendo levado em Oração ao Grande Espírito. Vista-se com a pele do Búfalo para que você também possa ser um Guerreiro que responde as orações do mundo. Ao trabalhar com a energia do BÚFALO, sinta que suas orações estão sendo ouvidas."

"Existem muitas vozes além das nossas, só vamos escutá-las em silêncio"
Mitakuye Oyasin!

Miguel Magalhães -"wakia manee" (trovão caminhante) do Clã do Pássaro Trovão.

Quando não há nada mais a ser dito


"Quando não há nada mais a ser dito, silencia. Quando não há mais nada a ser feito, permitas apenas ser, apenas estar e fica na companhia do teu Coração e este indicará o momento apropriado para agires."

(São Francisco de Assis)

Medicina do Castor

É a medicina da alternativa e da sabedoria, das novas ideias e da segurança, da construção e estratégia.

A medicina da construção, dos novos pensamentos. Evocado também, quando precisamos de alternativas e sabedoria para não cair em armadilhas. Ajuda a construir novas ideias, novos canais de comunicação, novas áreas de conhecimento. Para obter conforto e segurança. Para as mulheres desenvolverem um lado mais forte e os homens um lado mais doce.

Evocar para construções de casas, ou de qualquer coisa, colocar projetos em prática, trabalhar em grupo. É a medicina do construtor e realizador do reino animal. Ele nos ensina a grande lição do fazer. Traz também um forte senso de família e de lar. Com o castor aprendemos a construir nossa vida com segurança, alegria e estratégia. Na construção do seu lar, o castor sempre deixa para si muitas rotas alternativas de fuga. Na prática, é uma lição para todos nós, para não ficarmos num beco sem saída. Sempre existe uma saída na vida.

"Existem muitas vozes além das nossas, só vamos escutá-las em silêncio."
Mitakuye Oyasin!

Miguel Magalhães - "wakia manee" (trovão caminhante) do Clã do Pássaro Trovão.

quarta-feira, 16 de março de 2016

Poder e Glória


São Simão ou Simão Apóstolo, dito Simão, o Zelote ou Simão, o Cananeu, natural da Galileia, foi um dos discípulos de Jesus Cristo que fazia parte do grupo dos doze apóstolos. É referido como o Cananeu de acordo com o Livro de Mateus e como o Zelote no Livro de Lucas e em Atos dos Apóstolos.

A palavra grega Cananeu e a palavra Zelote, derivada do aramaico e significam a mesma coisa: "zeloso". Supõe-se por esse apelido que Simão pertencia à seita judaica conhecida como zelotes.

Não é dos mais conhecidos dos apóstolos, mas no Filme Jesus Christ Superstar de 1973, Simon Zelotes tem uma boa cena musical e nela, junto com uma multidão, canta para Jesus:

segunda-feira, 14 de março de 2016

Quântico


Quântico
  1. adjetivo
    fís.quânt que diz respeito a um sistema físico cujas grandezas físicas observáveis assumem valores discretos, de tal modo que a passagem de um determinado valor para outro ocorre de maneira descontínua, segundo as leis da mecânica quântica.

O conceito refere-se ao que diz respeito a uns certos saltos da energia ao emitir ou absorver radiação, que se conhecem como quantos. A física quântica, por conseguinte, está vinculada às teorias que se baseiam nestas propriedades. Max Planck (1858-1947), um físico nascido na Alemanha que ganhou o Prêmio Nobel de Física, é considerado o principal responsável do desenvolvimento da teoria quântica.

Este ramo do conhecimento é especializado na análise da energia e da matéria, centrando-se em como se comportam sob diferentes ambientes/meios e situações.

De acordo com a teoria quântica, todos os sistemas albergam diferentes estados físicos que se podem descrever a partir de equações. Estes estados são designados estados quânticos. Os estudos das partículas elementares, do núcleo do átomo e do átomo em geral fazem parte do alcance da física quântica, cujos descobrimentos são aplicados na eletrônica e noutros âmbitos.

É importante destacar que, hoje em dia, a ciência da física se baseia principalmente na teoria quântica e na teoria da relatividade general. O próprio Albert Einstein, porém, mostrou-se desfavorável a diversos postulados da física quântica. Uma das diferenças marcadas pelos especialistas que Einstein teve em relação à teoria quântica é que, para o pai da teoria da relatividade general, uma partícula subatômica não está em condições de ocupar mais de um espaço em simultâneo

http://conceito.de/quantico